sexta-feira, 23 de junho de 2017

Que amor é esse???


O pecado nos destrói, a conversão nos salva e restaura. A melhor mensagem para o ser humano é o amor de Deus que ama o pecador e dispõe de graça para perdoar e transformar uma vida degenerada em uma vida digna. Ele tanto nos amou que enviou seu Filho Unigênito, para vir ao mundo e morrer por nós, a fim de nos perdoar de todos os nossos pecados: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (João 3. 16). Ele nos criou para termos comunhão com Ele, porém, o pecado nos separou. Em Jesus Cristo temos a remissão de nossos pecados, quando deles nos arrependemos, os confessamos, abandonamos e iniciamos uma vida diferenciada, em santidade, separada, para Deus. Assim, a comunhão com o Pai é restabelecida. Uma nova vida pode ser vivida a partir de então. Penso que o Senhor, pela sua infinita graça, não olha para as nossas mazelas, olha para a nossa possibilidade de vir a ser como Ele quer que sejamos. Uma mãe não deixa de amar o seu filho ainda que seja um marginal. As grandes filas de visita aos prisioneiros, nas penitenciárias comprovam isto. Às vezes seu coração está queimando de dor, envergonhada, porém, não deixa transparecer. Leva comida, coisas gostosas, para o seu filho querido que está aprisionado por crimes cometidos contra a sociedade. Imagine, se uma mãe não deixa de amar um filho criminoso, quem dirá Deus. A mãe espera que seu filho cumpra a pena, saia em liberdade e mude de vida. Deus espera que nós nos arrependamos de nossos pecados, saiamos da prisão do inferno, retornemos aos seus braços de amor, onde encontramos a nossa verdadeira liberdade. O amor de Deus, revelado em Jesus Cristo de Nazaré, nos convida a uma mudança radical de vida. Essa mudança proporcionará uma vida de amor e paz. Dou graças por tão maravilhoso amor, tão maravilhosa graça, que um dia me alcançou, me tirando do império das trevas,  trazendo-me para a sua maravilhosa luz. Oro, com toda a minha alma, para que todos experimentem tão infinita graça, que salva, restaura, consola, e muito mais. AJUDA, SENHOR!!!

Texto publicado no Jornal de Assis, dia 21.06.2017.
Obrigada, Senhor!!!

Foto: Pesquisa Google. 

sábado, 17 de junho de 2017

A graça de Deus nos basta!!!


Em toda a vida e tempo Deus nos ajuda. Às vezes estamos desanimados, tristes, cansados, sem esperança de melhora e Deus entra com a sua providência. Na maioria das vezes os nossos medos são em razão da nossa falta de oração e confiança no que nos diz a Palavra de Deus. Ter a palavra gravada em nosso coração (decor) é uma grande arma contra as nossas tristezas e inseguranças. A palavra de Deus é lâmpada para os nossos pés e luz para nossos caminhos (Sl 119. 105). Na escuridão da dor a palavra brilha, ilumina a vida, incendeia o coração. Orar crendo na palavra muda nossa intercessão. Oramos crendo que receberemos porque sabemos que estamos pedindo o certo, de conformidade com a vontade de Deus, aí não tem como não receber, pois Deus dá ao que pede em conformidade com a sua palavra, sem sombra alguma de dúvida. Mas o melhor de tudo é que como disse John Wesley: “Deus está conosco!”. A sua maravilhosa graça é sobre nós em todo o tempo. Naqueles momentos mais tristes, em que estamos nos sentindo tão fracos, é que o poder de Deus é manifesto grandemente em nossas vidas. Deus disse ao Apóstolo Paulo que sua graça lhe seria suficiente: “Então, Ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo.”(2 Co 12. 9). Com fé, podemos dizer a mesma coisa. Que o Senhor nos ajude!!!
“Creio que Deus sempre se voltará para você de uma maneira especial se você simplesmente ousar crer nele.” Smith Wigglesworth.

Texto publicado dia 14 de junho de 2017, no Jornal de Assis.
Obrigada, Senhor!!!

Foto: Pesquisa Google.

domingo, 11 de junho de 2017

Assim é a vida!!!


Há um dito popular muito conhecido: “Todo mundo vê as pingas que eu bebo. Mas ninguém vê os tombos que eu levo”. Esse ditado é bem conhecido, e tem a função de falar a verdade sobre a realidade pessoal de cada um. Normalmente, olhamos as benesses das pessoas bem sucedidas, e não pensamos que suas vidas não são nada fáceis. É comum pensarmos que temos os maiores sofrimentos, que somos os mais sofredores da Terra, que ninguém nunca sofreu como nós. Bobagem isso. Tem sempre alguém sofrendo mais do que nós. Nunca esqueço a história de um homem que ia comendo uma banana pelo caminho e pensando que aquela fruta seria a sua última alimentação, pois não tinha mais nada para comer. Em dado momento, olha para trás e vê alguém pegando a casca que ele deixou. Ao ser indagado porque comia a casca, o pobre transeunte disse que aquele seria seu último alimento, estava feliz de poder comer as cascas deixadas por alguém. Assim é a vida! Tem sempre alguém pior que nós. Andreas von Richthofen, um doutor, membro de uma família rica e importante há séculos na Alemanha, que veio para o Brasil, foi encontrado em uma forma precária, transtornado, sujo, em uma casa que ele havia invadido. Ao ser indagado informou: "Nem queira saber como é minha vida", disse mais: "A minha casa está zoada". Não queria mais voltar para sua casa rica. Estava com os olhos vidrados, denotando o uso de drogas. Eu não vi a reportagem do Fantástico, não tenho mais detalhes do caso. O que não vem ao caso, pois o que eu estou pensando é como é a vida de pessoas. Alguém milionário, com formação acadêmica acima da média, tem seus muitos tombos. Nada é perfeito para ninguém, nesse mundo que vivemos. Todos têm as suas lutas, as suas dificuldade, uns menos, outros mais, não importa, a verdade é que a vida não é fácil para ninguém. Andreas tem um histórico trágico. Sua irmã matou seus pais. Uma grande tragédia, por isso e por mais coisas que não sabemos ele desabafou. Talvez, cada um de nós, também, às vezes poderá dizer o mesmo, para contar das nossas lutas. O fato é que nada e ninguém é diferente nesse Universo, casa de todos. O texto do sábio, no seu penúltimo versículo diz: “De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem.” (Eclesiastes 12:13). O temer a Deus, a partir da fé e experiência pessoal, é o bom caminho para o enfrentamento da vida, com todas as suas nuances. Oro, com toda a minha alma, para Deus nos ajudar na jornada da nossa existência. Ajuda, Senhor!!!

Texto publicado dia 07 de junho de 2017, no Jornal de Assis.
Obrigada, Senhor!!!

Foto: Pesquisa Google.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Mil razões para a tristeza!!!

 “Alegrai-vos com os que se alegram; chorai com os que choram.” 
Romanos 12:15.




Ao olhar para a minha história, para tudo que aconteceu, eu tenho mil razões para estar infinitamente triste. Uma tristeza eterna, inconsolável. Contudo, pela graça de Deus, unicamente pela graça Dele, meus olhos tem olhado para o Alto, de onde vem o meu socorro (Salmos 121). Incontáveis vezes meus olhos teimam para o passado, quando tenho que fazer um esforço sobremodo elevado, para não olhar atrás, apenas contemplar o Céu. Se tenho mil razões para estar triste, tenho  uma, apenas uma, e suficiente, para me fazer alegre, é ter o Céu, sempre que preciso, que quero, quando decido tirar os olhos da Terra e pela fé, vejo as coisas elevadas, acima do natural, do contingente, as coisas profundas, não concebidas pela mente humana, contempladas, vivenciadas, experimentadas, apenas pela fé. Assim, tenho vencido toda dor e tristeza. Sei, que todos e todas, como eu, tem mil razões para a tristeza, porém, olhar para o Céu, de onde vem toda a alegria da vida, é uma excelente alternativa para eles e elas também. Oro com minha alma, para que todos nós tenhamos a Alegria do Céu. Ajuda, Senhor!!!


“Quem tudo espera do Senhor e coloca a si mesmo em segundo plano será regiamente presenteado. Deus cumprirá o que prometeu, além do que pedimos ou imaginamos. Somos herdeiros de Deus; para Sua glória podemos e devemos nos alegrar.” Dr. M. Peschutter

   Foto: Pesquisa Google.