quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Dádiva de Deus!!!



Eu penso que a melhor coisa que podemos ter na vida é a certeza da nossa salvação. Sabemos que por meio da morte e ressurreição de Jesus fomos salvos do pecado, do seu castigo, que é a morte eterna. O Evangelista João nos dá essa certeza: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3.16). Ter a certeza da nossa salvação, nos livra do pior de nossos medos, o medo da morte. Um dia, uma amiga me pediu que orasse por ela, porque passaria por uma cirurgia e estava com muito medo. Eu disse que ela não precisava ter medo, porque o máximo que aconteceria era que ela morreria. Todos da sala onde estávamos deram risada, inclusive ela, que disse que era esse o seu medo. Ora, então ela não tinha certeza da salvação. Penso ainda que muitos de nós não tem essa certeza, mas deveríamos ter, se de fato somos cristãos e professamos a nossa fé em Jesus. O Apóstolo Paulo, escrevendo aos cristãos de Éfeso (cidade da Grécia antiga), disse: “É pela graça que fostes salvos, mediante a fé. E isso não vem de vós: é dom de Deus!” (Efésios 2.8), deixando claro a eles que tinham a salvação, porém, deveriam saber que foi mediante a fé, que lhes foi dada pela graça de Deus. João Wesley, fundador do metodismo na Inglaterra, ensinou que temos fé em Jesus Cristo, pela graça preveniente de Deus, isto é, aquela graça que atua em nosso espírito e intelecto para crermos e praticarmos o bem. Até a fé que temos foi operada em nós pela graça de Deus. Não podemos e não devemos nos orgulhar disso. Graça é dádiva, dom. Podemos saber que temos a salvação pela suas evidências: “A evidência da salvação, a evidência do arrependimento, a evidência da fé é uma vida transformada através da caminhada com Jesus Cristo. Como você sabe que se arrependeu para a salvação anos atrás? É porque você continua se arrependendo hoje. Como você que creu na salvação anos atrás? É porque você continua crendo hoje. Como você que Deus teve um encontro como você anos atrás? Porque ele continua tendo um encontro com você hoje. Através da obra de santificação Ele não apenas transformou a sua vida, mas Ele continuamente segue transformando a sua vida.” (Paul Washer). De todo o meu coração dou graças por tão grande dádiva, a maior de todas: a nossa salvação. Obrigada, Senhor!!!

Texto publicado no Jornal de Assis, dezembro de 2017.
Obrigada, Senhor!!!

Foto: Pesquisa Google.

É Natal!?

Estou cansada de falar que o Natal que se comemora tem pouco, quase, ou nada do Nascimento de Jesus. Já cheguei à radicalidade por causa disso. Parei de comemorá-lo e de não incentivar a comemoração em duas igreja que pastoreei: Ourinhos e Ribeirão Preto. Sinto muito!!! Pensando estar certa, estava errada. Lamento profundamente o que o mundo e o comércio fazem com a data, porém, hoje, tento falar, divulgar, a verdadeira razão do Natal, que é o Nascimento de Jesus Cristo de Nazaré, nas grutas de Belém. Quem é “esse estranho infante, de tão nobre geração?” (Hinário Evangélico, nº 3, pág. 6). Ele é o Filho de Deus, que veio morar na terra, ensinar o Evangelho, poder de Deus para a salvação do que crê, libertando o homem dos seus pecados, dando-lhe vida em abundância na terra e vida eterna no céu. Quem sabe essas palavras sejam um pouco incompreensíveis, como o são teses teológicas. Porém, dizem tudo. No Natal comemoramos o fato do filho primogênito de Deus ter deixado os Céus e vir habitar na terra, através do seu nascimento da Virgem Maria, sendo o Emanuel, Deus conosco. Andou pela terra, entre todos os homens, morreu numa cruz horrenda, para pagar pelo pecado da humanidade. Foi sepultado, porém, ao terceiro dia, venceu a morte, para que nós também a vencêssemos, pela sua ressurreição; andou ressurreto por algum tempo entre os seus, voltou aos Céus, e de lá intercede por nós, até a sua Segunda Vinda, que está próxima. Eu creio assim. Vale a pena crer. Por essa fé tenho vivido e sido feliz. É esse o resumo da história do Cristo encarnado, cujo nascimento é comemorado no dia 25 de dezembro em muitos países. Nasceu ele de fato nessa data? Não. Porém, isso não importa. Se comemorado, que seja pela verdade, não pela lenda do Papai Noel, que pode até estar presente, mas não ser a razão primeira na casa daqueles que conhecem a verdadeira história. Feliz Natal!!!
Texto publicado no Jornal de Assis, em 21.12.2017. Obrigada Senhor!!!
Foto: Pesquisa Google.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Maravilhosa graça

“É pela graça que fostes salvos, mediante a fé. E isso não vem de vós: é dom de Deus!” Ef 2.8.


No texto, acima, o Apóstolo Paulo, escrevendo aos cristãos de Éfeso, deixa claro que somos salvos mediante a nossa fé, que nos foi dada pela graça de Deus. João Wesley nos ensinou que temos fé em Jesus Cristo, pela graça preveniente de Deus, isto é, aquela graça que atua em nosso espírito e intelecto para crermos e praticarmos o bem.

Foto: Pesquisa Gogle

sábado, 28 de outubro de 2017

Nossos muitos gemidos



Meu irmão Jairo está muito doente. Em vários momentos de grande dor, dormindo ou acordado, não sei dizer, ele tem gemido e gritado: - Mamãe, mamãe, mamãe! Na segunda-feira próxima passada, por conta da sua enfermidade, desdobrei-me nas tarefas da casa e no cuidado com ele. Ao final do dia, não aguentava andar, também com muitas dores no meu pé direito e joelho esquerdo, pois fiquei com sequelas de um acidente de carro. Comecei a gemer como ele: - Ai, aiii, aiiii. Só não chamei pela mamãe, estava ainda no meu juízo perfeito. Porém, não fiquei gemendo por muito tempo, tomei remédio e vim escrever para o Jornal, pois não podia deixar de lado essa situação tragicômica, sem buscar na Bíblia, essa grande floresta de Deus, ignorada pela maioria dos humanos, um texto para reflexão, para aproveitar como inspiração. E o que mais falou comigo foi a revelação do sábio: “No final da vida você gemerá, com sua carne e seu corpo desgastados” (Provérbios 5:11). Ri e pensei: - Gemer é previsível para o fim da vida de todos. Interessante que nunca havia pensado nisso. Agradeço aos gemidos do Jairo que me fizeram pensar. Pois bem, gememos por tanta coisa. Nesse exato momento, tenho uma grande amiga, gemendo de dor, porque sua filhinha está entre a vida e a morte. Infinitas outras mães, estão gemendo por inúmeras outras razões. Homens, mulheres, jovens, crianças, estão gemendo nesse momento, em lugares perto e longe de nós. O gemido é um lamento da alma pela dor no peito, causada pelo físico e pela alma. No meio do nosso gemido, não podemos perder a fé e a esperança. Apostei com o meu irmão R$ 200,00 (duzentos reais). Eu disse que na segunda-feira próxima (18.09.2017) ele estará lavando a louça do final de semana para mim, muito feliz porque estará bem de saúde; Deus, o médico e a medicação terão feito o resgate do seu bem-estar. Ele disse que eu iria estar chorando porque estaria longe daqui, ou prestes a ir. Dei muita risada. Façam suas apostas! Estou orando para eu ganhar, pedindo perdão a Deus pelo meu pecado do jogo. Torçam e orem por mim. Deixando de lado todo o humor do caso, oro com minha alma, para Deus curar o meu irmão e todos que como ele estão gemendo, em nome de Jesus. Ajuda, Senhor!!!

Texto publicado no Jornal de Assis, no dia 13 de setembro de 2017.
Ajuda, Senhor!!!

Foto: Pesquisa Google.